terça-feira, 31 de julho de 2012

"O Espectro" - Poema de Florbela Espanca


Pintura de William Powell Frith



O Espectro


Anda um triste fantasma atrás de mim
Segue-me os passos sempre! Aonde eu for,
Lá vai comigo…E é sempre, sempre assim
Como um fiel cão seguindo o seu Senhor!

Tem o verde dos sonhos transcendentes,
A ternura bem roxa das verbenas,
A ironia purpúrea dos poentes,
E tem também a cor das minhas penas!

Ri sempre quando eu choro, e se me deito,
Lá vai ele deitar-se ao pé do leito,
Embora eu lhe suplique: Faz-me a graça

De me deixares uma hora ser feliz!
Deixa-me em paz!…” Mas ele, sempre diz:
“Não te posso deixar, sou a Desgraça!”


In “Trocando olhares” (1916)



Retrato de William Powell Frith


William Powell Frith (19 de janeiro de 1819 – 9 de novembro de 1909), foi um pintor inglês especialista em retratos e narrativas da Era vitoriana, eleito para Academia Real Inglesa em 1852. Ele tem sido descrito como "o melhor pintor inglês de cenas sociais desde Hogarth."


William Powell Frith, A Private View at the Royal Academy, 1881 


Dolly Varden by William Powell Frith


Pintura de William Powell Frith 


Pintura de William Powell Frith 



Música clássica relaxante - Bach

0:00 - 3:21 Sarabande
3:21 - 5:46 Bourree II
5:46 - 7:16 Rondeau
7:16 - 8:45 Badinerie

Johann Sebastian Bach (Eisenach, 31 de março de 1685— Leipzig, 28 de julho de 1750) foi um compositor, cantor, maestro, professor, organista, cravista, violista e violinista da Alemanha. 
Na apreciação contemporânea, Bach é tido como o maior nome da música barroca, e muitos o vêem como o maior compositor de todos os tempos. Entre suas peças mais conhecidas e importantes estão os Concertos de Brandenburgo, o Cravo Bem-Temperado, as Sonatas e Partitas para violino solo, a Missa em Si Menor, a Tocata e Fuga em Ré Menor, a Paixão segundo São Mateus, a Oferenda Musical, a Arte da Fuga e várias de suas cantatas.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...