sábado, 15 de setembro de 2012

"Cai amplo o frio" - Poema de Fernando Pessoa


Adolf Gottlieb (American, 1903–1974), Sentinel (1951)



Cai amplo o frio 


Cai amplo o frio e eu durmo na tardança
De adormecer.
Sou, sem lar, nem conforto, nem esperança,
Nem desejo de os ter. 

E um choro por meu ser me inunda
A imaginação.
Saudade vaga, anónima, profunda,
Náusea da indecisão. 

Frio do Inverno duro, não te tira
Agasalho ou amor.
Dentro em meus ossos teu tremor delira.
Cessa, seja eu quem for! 


Fernando Pessoa, 
19-1-1931



Vida e Obra de Adolph Gottlieb
Adolph Gottlieb in his studio, ca.1942.


Adolph Gottlieb (Nova Iorque, 1903-1974) foi um pintor do expressionismo abstrato e escultor americano.
Aos 17 anos entrou na Liga de Estudantes de Arte de Nova Iorque. Depois disso Adolph viajou à Alemanha e França por um ano. Em Paris ele estudou na Academia da Grande Chaumière. Ao retornar, ele tornou-se um conhecido artista e professor em Nova Iorque. Graças às suas obras, Adolph Gottlieb é conhecido como um importante pintor do expressionismo abstrato.



Adolph Gottlieb (standing) and his parents


Adolph and Esther Gottlieb, New York 1932


Adolph and Esther Gottlieb, Provincetown ca. 1949


Adolph and Esther Gottlieb, East Hampton studio, 1973


Adolph Gottlieb, Self Portrait, 1928


Adolph Gottlieb, Green, Ochre, Maroon, 1969


Adolph Gottlieb, Garden 5024


Adolph Gottlieb, Orange Oval, 1972


Adolph Gottlieb, Man Looking at Woman, 1949


Adolph Gottlieb, The Alchemist, 1945


Adolph Gottlieb, pictograph, 1948


Adolph Gottlieb, Evil Omen, 1946


Adolph Gottlieb, Two Discs, 1963



"Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir. O que confesso não tem importância, pois nada tem importância. Faço paisagens com o que sinto." 


(Fernando Pessoa)

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...