sexta-feira, 28 de setembro de 2012

"Olhar e Sentir" - Poema de Júlio Pomar


Pablo Picasso, Garçon à la pipe, (Boy with a Pipe), 1905, Rose Period


Olhar e Sentir


Olhar e sentir 
por dentro do corpo a massa de que é feito o avesso dele. 
Ossos músculos nervos veias 
tudo o que está no corpo e mundo é 
a pintura contém e depõe na tela e 
se acaso aí o pintor deixou reservas 
nesse sem nada o avesso do mundo se 
recolhe e mostra a face. 


in "TRATAdoDITOeFEITO" 



Autorretrato, Pablo Picasso


Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso, ou simplesmente Pablo Picasso (Málaga, Espanha, 25 de outubro de 1881 — Mougins, França, 8 de abril de 1973), foi um pintor, escultor e desenhista espanhol, tendo também desenvolvido a poesia. 

Foi reconhecidamente um dos mestres da arte do século XX. É considerado um dos artistas mais famosos e versáteis de todo o mundo, tendo criado milhares de trabalhos, não somente pinturas, mas também esculturas e cerâmica, usando, enfim, todos os tipos de materiais. Ele também é conhecido como sendo o co-fundador do Cubismo, junto com Georges Braque.

Após iniciar como estudante de arte em Madrid, Picasso fez sua primeira viagem a Paris (1900), a capital artística da Europa. Lá morou com Max Jacob (jornalista e poeta), que o ajudou com a língua francesa. Max dormia de noite e Picasso durante o dia, ele costumava trabalhar à noite. Foi um período de extrema pobreza, frio e desespero. Muitos de seus desenhos tiveram que ser utilizados como material combustível para o aquecimento do quarto. 

Em 1901 com Soler, um amigo, funda uma revista Arte Joven, na cidade de Madrid. O primeiro número é todo ilustrado por ele. Foi a partir dessa data que Picasso passou a assinar os seus trabalhos simplesmente “Picasso”, anteriormente assinava “Pablo Ruiz y Picasso”. 

Na fase azul (1901 a 1905), Picasso pintou a solidão, a morte e o abandono. Quando se apaixonou por Fernande Olivier, suas pinturas mudaram de azul para rosa, inaugurando a fase rosa (1905 - 1906). Trabalhava durante a noite até o amanhecer. Em Paris, Picasso conheceu um selecto grupo de amigos célebres nos bairros de Montmartre e Montparnasse: André Breton, Guillaume Apollinaire e a escritora Gertrude Stein

Na fase rosa há abundância de tons de rosa e vermelho, caracterizada pela presença de acrobatas, dançarinos, arlequins, artistas de circo, o mundo do circo. No verão de 1906, durante uma estada em Andorra, sua obra entrou em uma nova fase marcada pela influência das artes gregas, ibérica e africana, era o protocubismo, o antecedente do cubismo. O célebre retrato de Gertrude Stein (1905 - 1906) revela um tratamento do rosto em forma de máscara. 

Em 1912, Picasso realizou sua primeira colagem, colou nas telas pedaços de jornais, papéis, tecidos, embalagens de cigarros. 

Apaixonou-se por Olga Koklova, uma bailarina. Casaram-se em 12 de julho de 1918. Neste período o artista já se tornara conhecido e era um artista da sociedade. Quando Olga engravidou, criou uma série de pinturas de mães com filhos. 


Picasso, Death of the Toreador, 1933


Entre o começo e o fim da Segunda Guerra Mundial (1939 - 1945), dedica-se também à escultura, gravação e cerâmica. Como gravador, domina as diversas técnicas: água-forte, água-tinta, ponta-seca, litogravura e gravura sobre linóleo colorido. Além disso, sua dedicação à arte escultórica era esporádica. Cabeça de Búfalo, Metamorfose é um grande exemplo de seu trabalho com esse meio. É considerado um dos pioneiros em realizar esculturas a partir de junção de diferentes materiais. 
Em 1943, Picasso conhece a pintora Françoise Gilot e tem dois filhos, Claude e Paloma e encontrou um pouco de paz e pintou Alegria de Viver. 


Pablo Picasso - Alegria de Viver


Em 1968, aos 87 anos, produziu em sete meses uma série de 347 gravuras recuperando os temas da juventude: o circo, as touradas, o teatro, as situações eróticas. Anos mais tarde, uma operação da próstata e da vesícula, além da visão deficiente, põe fim às suas actividades. Como uma honra especial a ele, no seu 90.º aniversário, são comemorados com exposição na grande galeria do Museu do Louvre. Torna-se assim o primeiro artista vivo a expor os seus trabalhos no famoso museu francês. Pablo Picasso morreu a 8 de abril de 1973 em Mougins, França, com 91 anos de idade. Encontra-se sepultado no Castelo de Vauvenargues, Aix-en-Provence, Provença-Alpes-Costa Azul, sul de França.



Pablo Picasso - Still Life with Lamp - 1944


Citações 
de 
Pablo Picasso
Picasso


"A inspiração existe, mas tem que te encontrar trabalhando." 

(Cambio 16: Edições 884-887, Informacion y Publicaciones, S. A., 1988)


Picasso



"Não se consegue convencer um rato de que um gato pode trazer boa sorte". 


Picasso



"Não se pode criar nada sem solidão". 

(Citado em Punta Europa: Volume 2, Edições 18-24 - página 154, Vicente Marrero Suárez - 1957)




Picasso


"A qualidade de um pintor depende da quantidade de passado que traz consigo." 



Picasso



"Paul Cézenne é o pai de todos nós". 

(Fonte: Site do UOL, num artigo referente aos 100 da morte de Cézanne, publicado no dia 26 de Janeiro de 2006.)



Picasso


"Quando eu tinha 15 anos sabia desenhar como Rafael, mas precisei uma vida inteira para aprender a desenhar como as crianças."

(Pablo Picasso citado em "Quando a Psicoterapia Trava - Página 69, Marina da Costa Manso Vasconcellos, Grupo Editorial Summus, 2007,)



Picasso



"A arte é a mentira que nos permite conhecer a verdade."



Picasso


"A pintura nunca é prosa. É poesia que se escreve com versos de rima plástica."


Picasso


"Pinto as coisas como as imagino e não como as vejo."



Picasso


"Uma ideia é um ponto de partida e nada mais. Logo que se começa a elaborá-la, é transformada pelo pensamento."



http://onlinepicassoraisonne.com/pabloruizpicasso.html


"O que já fiz não me interessa. Só penso no que ainda não fiz."



Picasso


A Walk in the Forest - Brian Crain

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...