sexta-feira, 3 de maio de 2013

"Lembrança" - Poema de Florbela Espanca


Albert Edelfelt, Girl from Porvoo


Lembrança 


Fui essa que nas ruas esmolou 
E fui a que habitou Paços Reais; 
No mármore de curvas ogivais 
Fui essa que as mãos pálidas poisou... 

Tanto poeta em versos me cantou! 
Fiei o linho à porta dos casais... 
Fui descobrir a Índia e nunca mais 
Voltei! Fui essa nau que não voltou... 

Tenho o perfil moreno, lusitano, 
E os olhos verdes, cor do verde Oceano, 
Sereia que nasceu de navegantes... 

Tudo em cinzentas brumas se dilui... 
Ah, quem me dera ser essas que eu fui, 
As que me lembro de ter sido... dantes!... 





Albert Edelfelt, Self portrait, 1890


Albert Gustaf Aristides Edelfelt (Porvoo, 21 de julho de 1854 - Porvoo, 18 de agosto de 1905) foi um pintor finlandês. Seu pai Carl Albert era um arquiteto. Edelfelt admirava o poeta Johan Ludvig Runeberg, que era um amigo da família. A empresa de Runeberg teve um impacto duradouro sobre Edelfelt, que de vez em quando pintava cenas da história finlandesa. Edelfelt passou a ilustrar o poema épico de Runeberg Os Contos de Ensign Stål. Ele estudou arte em Antuérpia (1873-1874), Paris (1874-1878) e São Petersburgo (1881-1882).
Casou-se com a Baronesa (friherinnan) Ellan de la Chapelle em 1888 e tiveram um filho.
Edelfelt foi um dos primeiros artistas finlandeses a alcançar fama internacional. Ele teve um sucesso considerável em Paris e foi um dos fundadores do movimento da arte Realista na Finlândia. Ele influenciou vários jovens pintores finlandeses e ajudou outros artistas finlandeses como Akseli Gallen-Kallela para fazer sua descoberta, em Paris. Entre seus alunos estava Leon Bakst.


Albert Edelfelt, Louis Pasteur


Albert Edelfelt, Female model, academic study, 1874


Albert Edelfelt, Queen Blanka, 1877


Albert Edelfelt, A Child's Funeral, 1879


Albert Edelfelt, In the Sea, c. 1880-1883


Albert Edelfelt, Under the Birches, 1881


Albert Edelfelt, Artist's Sister Bertha, 1882


Albert Edelfelt, Annie Edelfelt. The Painter's Youngest Sister


Albert Edelfelt, Virginie, 1883


Albert Edelfelt, Brunette, 1885

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...