quinta-feira, 20 de junho de 2013

"O verão deixa-me os olhos mais lentos sobre os livros" - Poema de Maria do Rosário Pedreira


Anne Bascove (Filadelfia-EUA, 1946-...), Reading in Bed



O verão deixa-me os olhos mais lentos sobre os livros


O verão deixa-me os olhos mais lentos sobre os livros.
As tardes vão-se repetindo no terraço, onde as palavras
são pequenos lugares de memória. Estou divorciada dos
outros pelo tempo destas entrelinhas – longe de casa,
tenho sonhos que não conto a ninguém, viro devagar
a primeira página: em fevereiro, eles ainda faziam amor
à sexta-feira. De manhã, ela torrava pão e espremia
laranjas numa cozinha fria. Havia mais toalhas para lavar
ao domingo, cabelos curtos colados teimosamente ao espelho.
Às vezes, chovia e ambos liam o jornal, dentro do carro,
antes de se despedirem. As vezes, repartiam sofregamente
a infância, postais antigos, o silêncio – nada
aconteceu entretanto. Regresso, pois, à primeira linha,
à verdade que remexe entre as minhas mãos. Talvez os olhos
estivessem apenas desatentos sobre o livro; talvez as histórias
se repitam mesmo, como as tardes passadas no terraço, longe
de casa. Aqui tenho sonhos que não conto a ninguém.



Maria do Rosário Pedreira, 
de A Casa e o Cheiro dos Livros
in Poesia Reunida, Quetzal, 2012 



Galeria de Anne Bascove


Anne Bascove, Where books fall open


Anne Bascove,  The common reader


Anne Bascove, La lune en hiver, 1992


Anne Bascove,  Bibliophile, 1999



Anne Bascove,  James at 12, 1999


Anne Bascove, Bylona's view, 2000



Anne Bascove, Elyzabeth and Emme, 2000 


  Anne Bascove, Library, 2000


Anne Bascove,  Library, 2001


 Anne Bascove, Paris, 2003


Anne Bascove, Chris and John, 2006

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...