sexta-feira, 12 de julho de 2013

"Canto dos espíritos sobre as águas" - Poema de Johann Wolfgang von Goethe





Canto dos espíritos sobre as águas


A alma do homem 
É como a água: 
Do céu vem, 
Ao céu sobe, 
E de novo tem 
Que descer à terra, 
Em mudança eterna. 

Corre do alto 
Rochedo a pino 
O veio puro, 
Então em belo 
Pó de ondas de névoa 
Desce à rocha lisa, 
E acolhido de manso 
Vai, tudo velando, 
Em baixo murmúrio, 
Lá para as profundas. 

Erguem-se penhascos 
De encontro à queda, 
— Vai, espumando em raiva, 
Degrau em degrau 
Para o abismo. 

No leito baixo 
Desliza ao longo do vale relvado, 
E no lago manso 
Pascem seu rosto 
Os astros todos. 

Vento é da vaga 
O belo amante; 
Vento mistura do fundo ao cimo 
Ondas espumantes. 

Alma do Homem, 
És bem como a água! 
Destino do homem, 
És bem como o vento!


Johann Wolfgang von Goethe, 1788, in "Poemas"
Tradução de Paulo Quintela 



 Cataratas do Iguaçu


A área das Cataratas do Iguaçu  é um conjunto de cerca de 275 quedas de água no Rio Iguaçu (na Bacia hidrográfica do rio Paraná), localizada entre o Parque Nacional do Iguaçu, Paraná, no Brasil 20%, e o Parque Nacional Iguazú em Misiones, na Argentina 80%, fronteira entre os dois países. A área total de ambos os parques nacionais, correspondem a 250 mil hectares de floresta subtropical e é considerada Património Natural da Humanidade. O Parque Nacional argentino foi criado em 1934; e o Parque Nacional brasileiro, em 1939, com o propósito de administrar e proteger o manancial de água que representa essa catarata e o conjunto do meio ambiente ao seu redor. Os parques tanto brasileiro como argentino passaram a ser considerados Património da Humanidade em 1984 e 1986, respetivamente. Desde 2002 o Parque Nacional do Iguaçu é um dos sítios geológicos brasileiros.



 Cataratas do Iguaçu


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...