quarta-feira, 14 de agosto de 2013

"A Maravilha da Vida é tudo nela ter justificação" - de Miguel Torga





A Maravilha da Vida é tudo nela ter justificação


Desabafo dum amigo, que não encontra justificação para o seu pecado mortal, que é viver. Viver ao sol, gratuitamente, como um lagarto. Respondi-lhe que a maravilha da vida é tudo nela ter justificação. É, da mais rasteira erva ao mais nojento bicho, não haver presença no mundo que não seja necessária e insubstituível. Que, do contrário, era faltar na terra esta admirável plurivalência, que faz de uma tarde de sol, de trigo e de cigarras o mais assombroso espetáculo que se pode ver. O medir depois a distância que vai da formiga ao leão, da urtiga ao castanheiro, de Nero a S. Francisco de Assis, é uma casuística que não tem nada que ver com a torrente de seiva que inunda o mundo de polo a polo. 
Foi-se, e à tarde apareceu-me com um belo poema. 


Miguel Torga, in "Diário (1938)"



Vida Selvagem

















Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...