sexta-feira, 1 de novembro de 2013

"A Vaidade e a Inveja desaparecem com a Idade" - de António Lobo Antunes


Christen Købke, View of a Street in Østerbro outside Copenhagen. Morning Light, 1836



A Vaidade e a Inveja desaparecem com a Idade


Com o passar do tempo, há dois sentimentos que desaparecem: a vaidade e a inveja. A inveja é um sentimento horrível. Ninguém sofre tanto como um invejoso. E a vaidade faz-me pensar no milionário Howard Hughes. Quando ele morreu, os jornalistas perguntaram ao advogado: «Quanto é que ele deixou?» O advogado respondeu: «Deixou tudo.» Ninguém é mais pobre do que os mortos. 


António Lobo Antunes, in "Diário de Notícias (2004)"



Howard Hughes


Produtor, realizador de cinema e homem de negócios de sucesso norte-americano, Howard Robard Hughes Jr. nasceu a 24 de dezembro de 1905, em Humble, no Texas, e morreu a 5 de abril de 1976, em Houston.
Estudou na Universidade de Rice e no Instituto de Tecnologia da Califórnia e, em 1923, com apenas 18 anos, herdou a companhia Hughes Tool e a fortuna do pai - adquirida por ter inventado uma máquina de perfuração para poços de petróleo, que ainda hoje é utilizada - que lhe permitiu criar um império financeiro.
De início, Howard manteve-se afastado dos negócios, levando uma vida sem responsabilidades. Entretanto, aos 20 anos, casou-se com a também milionária Ella Rice, de quem acabaria por se divorciar quatro anos depois. Em 1925, mudou-se para a Califórnia onde, um ano depois, investiu parte do seu dinheiro e se aventurou no mundo cinematográfico como produtor do filme Swell Hogan, seguido pela comédia de sucesso Two Arabian Knights (1927), que recebeu o Óscar para Melhor Argumento de Comédia. Em 1930, realizou e produziu Hell's Angels, um épico de guerra que demorou cerca de três anos a ser concluído devido à sua busca pela perfeição, e que contou com as interpretações de Ben Lyon, Jean Jarlow e James Hall. O argumento era muito apelativo a Howard por incluir aviões, a sua outra grande paixão. Foi graças ao sucesso obtido com este filme que se tornou uma celebridade em Hollywood.
Ficou também conhecido por se envolver romanticamente com algumas das mulheres mais bonitas da sétima arte, como Carole Lombard, Jean Harlow e Katherine Hepburn, entre muitas outras.
Em 1948, adquiriu o controlo da produtora RKO Pictures e produziu filmes até vender a companhia em 1955.
Como produtor, foi responsável por 26 filmes, entre eles Scarface (Scarface, o Homem da Cicatriz, 1932), realizado por Howard Hawks; o western The Outlaw (A Terra dos Homens Perdidos, 1943), que também realizou e que foi protagonizado por Jane Russell e Jack Buetel, e Jet Pilot (As Estradas do Inferno, 1957), realizado por Josef von Sternberg, com John Wayne
Casou-se pela segunda vez, em 1957, com Jean Peters, de quem se divorciaria em 1971. 
Hughes ficou também conhecido pela sua obsessão por aviões, facto que o levou a comprar uma companhia de aviação e a desenhar, construir e pilotar muitos dos aviões que criava. Chegou inclusive a bater alguns recordes de velocidade.
Sofreu durante parte da sua vida de doença desconhecida, relacionada com perturbações mentais que o faziam viver recluso e solitário e lhe conferiram uma aura de excentricidade devido a alguns comportamentos estranhos.
Hughes acabaria por morrer em abril de 1976, devido a uma insuficiência renal.

Howard Hughes. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2013. [Consult. 2013-11-01].



Leonard Cohen - Hallelujah


"O tempo é a imagem móvel da eternidade imóvel."


(Platão)


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...