domingo, 1 de junho de 2014

Filme: "Como Estrelas na Terra - Toda Criança é Especial"





Taare Zameen Par (Hindiतारे ज़मीन पर / InglêsLike Stars on Earth / brSomos Todos Diferentes / Como Estrelas na Terra) é um  filme da produção de Bollywood de 2007. Aamir Khan além de dirigir, atua no papel do professor Nikumbh. A estreia do filme nos cinemas foi em 21 de dezembro de 2007 e foi lançado em DVD em 2008 na Índia como Taare Zameen Par e em 2010 seus direitos foram comprados pela Walt Disney Home Entertainment para ser distribuído comercialmente no Reino Unido, Estados Unidos e Austrália, como Like Stars on Earth.

O filme conta a história de uma criança que sofre com dislexia e custa a ser compreendida. Ishaan Awasthi, de 9 anos, já repetiu uma vez o terceiro período (no sistema educacional indiano) e corre o risco de repetir de novo. As letras dançam em sua frente, como diz, e não consegue acompanhar as aulas nem focar sua atenção. Seu pai acredita apenas na hipótese de falta de disciplina e trata Ishaan com muita rudez e falta de sensibilidade. Após serem chamados na escola para falar com a diretora, o pai do garoto decide levá-lo a um internato, sem que a mãe possa dar opinião alguma. Tal atitude só faz regredir em Ishaan a vontade de aprender e de ser uma criança. Ele visivelmente entra em depressão, sentindo falta da mãe, do irmão mais velho, da vida... e a filosofia do internato é a de "disciplinar cavalos selvagens". Inesperadamente, um professor substituto de artes entra em cena e logo percebe que algo de errado estava pairando sobre Ishaan. Não demorou para que o diagnóstico de dislexia ficasse claro para ele, o que o leva a pôr em prática um ambicioso plano de resgatar aquele garoto que havia perdido sua réstia de luz e vontade de viver. 

O filme é uma obra prima do até então ator e produtor Aamir Khan. Pela primeira vez, após a atuação em sucessivos filmes que lhe deram a fama em anos recentes, Khan quis arriscar-se como diretor e impressionou pela qualidade e sensibilidade neste filme. Ele não só dirige Taare Zameen Par, como produz, com sua Aamir Khan Productions, e também atua no papel do professor substituto. Ishaan Awasthi é interpretado pelo estreante Darsheel Safary, que também surpreendeu pela qualidade de sua atuação. Merecidamente, Safary ganhou o prémio de melhor ator pela crítica, no mesmo Filmfare Awards do ano de 2008. Virou celebridade. Além dos prémios de melhor filme e melhor ator pela crítica, Taare Zameen Par, ganhou também o prémio de melhor direção, para Aamir Khan, e de melhor letra de música.




"COMO ESTRELAS NA TERRA - TODA CRIANÇA É ESPECIAL"



Taare Zameen Par – Every Child is Special, é um filme questionador e instigante. Nos faz pensar sobre tantos Ishaans que por nós podem ter passado, incompreendidos, encaminhados equivocadamente para escolas especiais, excluídos, rotulados. Nos apresenta possibilidades, nos encaminhando ao entendimento da importância de rompermos com o instituído, de repensarmos os discursos que usualmente utilizamos para constituir os sujeitos, os quais denominamos não aprendentes. Nos desafia e nos nos interroga sobre a educação, a escola, o currículo, as competências, os alunos e as alunas, as diferenças, os olhares, os discursos, o padrão, o normal, o fazer e o nosso não fazer pedagógico. Desafia-nos a desapergar-nos da ideia das correções, para pensarmos outras relações de ensino e aprendizagem a partir das diferenças e a possibilidade de uma inclusão das diferenças na escola, uma oportunidade para estudar e experimentar pedagogicamente outras representações de diferença que escapem ao normalmente instituído pela escola como o lugar do desvio, da anormalidade ou da deformidade. Chama a atenção para como temos olhado e significado a “falta de atenção”, “os erros”, o “mau comportamento”, “a falta de interesse”, ‘a incapacidade de ler e escrever” e tantas outras formas de interpretarmos o cotidiano de uma criança que não está aprendendo.

É um filme que emociona pela produção, pela trilha sonora, pelas imagens, pela sensibilidade com que foi criado, mas acima de tudo, pelo sentimento de que pela educação podemos impregnar de sentido a vida das pessoas e como dizia Paulo Freire, entender que ensinar e aprender não pode se dar fora da boniteza e da alegria.

"É preciso que ensinemos os saberes do mundo, mas também, que ensinemos e aprendamos os saberes do coração."

Daqui: www.inclusive.org.br

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...