sexta-feira, 22 de agosto de 2014

"Conta-nos a Tua História"... de Toni Morrison


Casey Baugh - "Composing" 12x20, oil on canvas



Conta-nos a Tua História 


Será que não há nenhum contexto para as nossas vidas? Nenhuma canção, nenhuma literatura, nenhum poema cheio de vitaminas, nenhuma história ligada à tua experiência que possas passar para nos ajudarem a ficar mais fortes? Tu és um adulto. O mais velho, o mais sábio. Para de pensar em salvar a tua imagem. Pensa sobre as nossas vidas e conta-nos sobre o teu mundo em particular. Desenvolve uma história. A narrativa é radical, cria-nos a nós próprios no momento exato em que está a ser criada. Nós não te vamos culpar se o teu alcance excede a tua compreensão, se o amor incendeia as tuas palavras, se elas descem em chamas e nada deixam a não ser a queimadura. Ou se, com a reticência das mãos de um cirurgião, as tuas palavras apenas suturam os sítios por onde o sangue pode ter fluído. Sabemos que nunca o conseguirás fazê-lo corretamente – de uma vez por todas. A paixão nunca é suficiente; nem a habilidade. Mas tenta. Por nós, e por ti próprio, esquece o teu nome na rua; conta-nos aquilo que o mundo tem sido para ti, tantos nos bons como nos maus momentos. Não nos digas o que acreditar, o que recear. (...) A linguagem é a meditação.


Toni Morrison, in 'The Nobel Lecture In Literature, 1993'



Toni Morrison


Toni Morrison (Lorain, 18 de Fevereiro de 1931) é uma escritora, editora e professora estadunidense.
Recebeu o Nobel de Literatura de 1993, por seus romances fortes e pungentes, que relatam as experiências de mulheres negras nos Estados Unidos durante os séculos XIX e XX. Seu livro de estreia, O olho mais azul (1970), é um estudo sobre raça, género e beleza — temas recorrentes em seus últimos romances. Despertou a atenção da crítica internacional com Song of Solomon (1977). Amada (1987), o primeiro romance de uma trilogia que inclui Jazz (1992) e Paraíso (1997), ganhou o Prémio Pulitzer de melhor ficção e foi escolhido pelo jornal americano The New York Times como “a melhor obra da ficção americana dos últimos 25 anos”. Morrison escreveu peças, ensaios, literatura infantil e um libreto de ópera.



Casey Baugh


Casey Baugh  is an American figurative portrait artist (born in Chattanooga, Tennessee) specializing in oil paint and charcoal. His work is described as narrative impressionistic realism. He is best known for his application of dramatic and cinematic quality of lighting and attitudes for his figurative paintings and charcoals, along with his instructional DVDs, and his unique methods of teaching in painting workshops both domestically and internationally. Baugh currently resides in Brooklyn, New York and is a member of Arcadia Contemporary.

"...the profound similarities between Baugh's painted world and our own have the potential to unsettle and awaken us, as viewers, to a more vivid reality than we currently experience, and to freshly recognize the "static" that interferes with our ability to connect with one another and live meaningfully." 

Jeffrey Carlson - Editor, Fine Art Today




Casey Baugh, "The Painter",  16x16, oil on canvas



Casey Baugh, "Another Face to Wear", 14x20


 Casey Baugh, "Into the Night", oil on canvas



Casey Baugh, "Nocturne",  20x20, oil on canvas 



Casey Baugh, "Engulfed", Oil on Panel, 2013



In "Erubescent" (oil, 34×34), Casey Baugh demonstrates his oil painting techniques
 for achieving light and color in his oil portraits of beautiful women.


"Painting a portrait from photo" by Casey Baugh




Pensamento



"Não podemos retificar os nossos atos passados e praticá-los de novo corretamente. Talvez os deuses possuam este poder, mas não os homens e as mulheres, o que, provavelmente, é uma sorte. A não ser assim, as pessoas morreriam de velhas a tentar reescrever a sua adolescência."

(Stephen King)


Stephen King


Stephen Edwin King (Portland, 21 de setembro de 1947) é um escritor americano, reconhecido como um dos mais notáveis escritores de contos de horror fantástico e ficção de sua geração. Os seus livros venderam mais de 350 milhões de cópias, com publicações em mais de 40 países. Muitas de suas obras foram adaptadas para o cinema. É o nono autor mais traduzido no mundo.

Embora seu talento se destaque na literatura de terror/horror, escreveu algumas obras de qualidade reconhecida fora desse gênero e cuja popularidade aumentou ao serem levadas ao cinema, como nos filmes Conta Comigo, Um Sonho de Liberdade (contos retirados do livro As Quatro Estações), ChristineEclipse Total, Lembranças de um Verão e À Espera de um Milagre.

O seu livro, The Dead Zone, originou a série da FOX com o mesmo nome. O próprio King já escreveu roteiros de episódios para séries, como Arquivo X, em que ele escreveu o roteiro do episódio "Feitiço", da quinta temporada.


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...