quinta-feira, 18 de setembro de 2014

"A Leitora"... Poema de António Ramos Rosa


Sir James Jebusa Shannon (1862 - 1923), Anglo-American artist,
Mother and Child (also known as Lady Shannon and Kitty), 1900


A Leitora


A leitora abre o espaço num sopro subtil.
Lê na violência e no espanto da brancura.
Principia apaixonada, de surpresa em surpresa.
Ilumina e inunda e dissemina de arco em arco.
Ela fala com as pedras do livro, com as sílabas da sombra.

Ela adere à matéria porosa, à madeira do vento.
Desce pelos bosques como uma menina descalça.
Aproxima-se das praias onde o corpo se eleva
em chama de água. Na imaculada superfície
ou na espessura latejante, despe-se das formas,

branca no ar. É um torvelinho harmonioso,
um pássaro suspenso. A terra ergue-se inteira
na sede obscura de palavras verticais.
A água move-se até ao seu princípio puro.
O poema é um arbusto que não cessa de tremer.


 António Ramos Rosa, in "Volante Verde"


Galeria de James Jebusa Shannon

Self-portrait of James Jebusa Shannon, circa 1919


 St. Michael of Belgium (1914), by James Jebusa Shannon



James Jebusa Shannon, Young Woman In Blue


James Jebusa Shannon, Flora



James Jebusa Shannon, The Flower Girl
 
 
 
James Jebusa Shannon, The Doll (also known as Kitty in Fancy Dress), 1895 
 
 
 
  James Jebusa Shannon,Lady Barber Seated with Yorkshire 
 
 

 James Jebusa Shannon,The Bathers, Date unknown
 
 
 
James Jebusa Shannon, Contes de la Jungle (also known as Jungle Tales), 1895
 


 James Jebusa Shannon, On the Dunes 
 
 
 
Pensamento




"Escrevendo ou lendo nos unimos para além do tempo e do espaço, e os limitados braços se põem a abraçar o mundo; a riqueza de outros nos enriquece a nós. Leia." 

 


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...