domingo, 16 de novembro de 2014

"Sempre amei por palavras muito mais do que devia"... Poema de Alice Vieira


Foto de Rui Videira - Vila Nova de Gaia, Porto, Portugal




Sempre amei por palavras muito mais do que devia



sempre amei por palavras muito mais
do que devia

são um perigo
as palavras

quando as soltamos já não há
regresso possível
ninguém pode não dizer o que já disse
apenas esquecer e o esquecimento acredita
é a mais lenta das feridas mortais
espalha-se insidiosamente pelo nosso corpo
e vai cortando a pele como se um barco
nos atravessasse de madrugada

e de repente acordamos um dia
desprevenidos e completamente
indefesos

um perigo
as palavras

mesmo agora
aparentemente tão tranquilas
neste claro momento em que as deixo em desalinho
sacudindo o pó dos velhos dias
sobre a cama em que te espero


Alice Vieira, in O QUE DOI AS AVES
(Caminho, 2009)



Foto de Rui Videira - Porto & Vila Nova de GaiaPortugal



"A arte é o espelho da pátria. 
O país que não preserva os seus valores culturais jamais verá a imagem de sua própria alma."





Chopin Nocturne E Flat Major Op.9 No.2


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...