terça-feira, 28 de julho de 2015

"Para voltar a ver-te" - Poema de Alberto Pimenta


James Denmark (American, 1936 -), Full Moon, 2006



Para voltar a ver-te 


Para voltar
a ver-te
um só instante,
a ti,
que és mais bela que a lua,
antes que a manhã recolha
as estrelas
uma a uma
e as guarde
do outro lado do céu,

vou atravessar
o rio
coberto de holofotes,
que transformam o verde claro
numa fosforescência
de água assustada.

Se não me matarem
nem me apanharem vivo,
mantém-te alerta,
mantém alerta
o desejo mais antigo
e o mais novo.

Vou passar
do lado de fora
da parede
perfurada
pelas balas:

Passa-me um lenço
de seda
com o teu perfume.

Marca-o com o segredo
dos teus lábios.


in 'Marthiya de Abdel Hamid Segundo Alberto Pimenta' , 2005


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...