segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

"Naquela Praça" - Poema de José Fanha


Maurice Utrillo, Place des Abbesses, Montmartre (c.1931) 



Naquela Praça


Hei de encontrar-te ali
naquela praça que talvez já não exista.

Praça da palavra.
Praça da canção.
Praça de bandeiras a beijar
os primeiros odores da primavera.

Hei de encontrar-te um dia
ao alto da cidade
partilhando pão
azeitonas
e poema.

Ali
naquela praça que talvez já não exista
hei de encontrar-te um dia
e seguiremos
abraçando
as laranjeiras
desfraldando
uma vez mais
a nossa voz ao vento.


Tempo Azul
Porto, Campo das Letras, 2000



Maurice Utrillo, La Rue Norvins à Montmartre, c. 1910



"O importante não é aquilo que fazem de nós, mas o que nós mesmos fazemos do que os outros fizeram de nós." 



Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...