quinta-feira, 22 de setembro de 2016

"Sofro, Lídia, do medo do destino" - Poema de Ricardo Reis


Henry Mosler (American artist, 1841-1920),  Just Moved



Sofro, Lídia, do medo do destino


Sofro, Lídia, do medo do destino. 
A leve pedra que um momento ergue 
As lisas rodas do meu carro, aterra 
Meu coração. 

Tudo quanto me ameace de mudar-me 
Para melhor que seja, odeio e fujo. 
Deixem-me os deuses minha vida sempre 
Sem renovar 

Meus dias, mas que um passe e outro passe 
Ficando eu sempre quase o mesmo, indo 
Para a velhice como um dia entra 
No anoitecer. 


Ricardo Reis, in "Odes" 
Heterónimo de Fernando Pessoa



Pintura de Henry Mosler



A Perfeita Liberdade de Espírito


Um espírito que toma consciência da discordância que sempre existe entre o que afirma e o que é verdadeiramente não pode mais desfazer-se de uma espécie de dúvida filosófica. Somos livres na medida em que conservamos um pensamento de fundo. Em todos os casos, a perfeita liberdade de espírito consiste num ato pelo qual ele compreende a absoluta impossibilidade em que está de encontrar a certeza na experiência. 


Jules Lagneau, in 'Curso Sobre o Juízo'


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...