segunda-feira, 3 de outubro de 2016

"Nós não somos deste mundo" - Poema de Luís Filipe Castro Mendes


Edward Robert Hughes, Night with her train of stars and her great gift of sleep, 1912



Nós não somos deste mundo


Para a solidão nascemos. Outras vozes 
nos chamam e invocam, outros corpos 
se perfilam radiosos contra a noite. 
Nós não somos daqui. Num intervalo 
de campanhas esquecidas nos dizemos, 
abrindo o coração aos de passagem. 
Mas quando a manhã chega nós partimos, 
mais livre o coração, longa a viagem. 


in "Os Amantes Obscuros"


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...