quarta-feira, 1 de março de 2017

"Poema de uma quarta-feira de cinzas" - Poema de Manuel Bandeira


Jean-Antoine Watteau (1684–1721), Arlequin, Pierrot and Scapin,  1716 



Poema de uma quarta-feira de cinzas


Entre a turba grosseira e fútil
Um pierrot doloroso passa.
Veste-o uma túnica inconsútil
feita de sonho e de desgraça...

O seu delírio manso agrupa
atrás dele os maus e os basbaques.
Este o indigita, este outro apupa...
indiferente a tais ataques,

Nublaba a vista em pranto inútil,
Dolorosamente ele passa.
veste-o uma túnica inconsútil,
Feita de sonho e de desgraça...


(do livro Carnaval, 1919)



Watteau's commedia dell'arte player of Pierrot, ca 1718–19, 
traditionally identified as "Gilles" (Louvre)



"Que ideia a de que no Carnaval as pessoas se mascaram. 
No Carnaval desmascaram-se." 




Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...