sábado, 20 de maio de 2017

"Incubadora" - Poema de Jorge de Sousa Braga


Hugues Merle (french, 1823-1881),  Mother and child, 1869



 Incubadora


Era tão pequena a mão
que nem o seu dedo mendinho
conseguia agarrar.

Pesava quinhentos gramas
e respirava sem ajuda do ventilador

O coração da sua mãe quase que não batia
com receio de que ele sufocasse
sob o peso do seu amor.


A Ferida Aberta, 2001



Léon Bazille Perrault (french, 1832-1908)



"À medida que os filhos crescem, a mãe deve diminuir de tamanho. Mas a tendência da gente é continuar a ser enorme."




William-Adolphe Bouguereau (1825-1905), Maternal Admiration, 1869



"Mães, sois vós que tendes nas mãos a salvação do mundo." 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...