segunda-feira, 14 de agosto de 2017

"Quando o meu amor vem ter comigo" - Poema de Edward Estlin Cummings


Charles Courtney Curran (1861-1942), Lady with a Bouquet (Snowballs), 1890



Quando o meu amor vem ter comigo


Quando o meu amor vem ter comigo é 
um pouco como música, um 
pouco mais como uma cor curvando-se (por exemplo 
laranja) 

contra o silêncio, ou a escuridão...

a vinda do meu amor emite 
um maravilhoso odor no meu pensamento, 

devias ver quando a encontro 
como a minha menor pulsação se torna menos. 
E então toda a beleza dela é um torno 

cujos quietos lábios me assassinam subitamente, 

mas do meu cadáver a ferramenta o sorriso dela faz algo 
subitamente luminoso e preciso 

— e então somos Eu e Ela... 

o que é isso que o realejo toca 


E. E. Cummings, in "livrodepoemas" 
Tradução de Cecília Rego Pinheiro


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...