domingo, 7 de janeiro de 2018

"Os sobreviventes" - Poema de José Godoy Garcia


Joseph Anton Koch (Austrian, 1768-1839),
Heroische Landschaft mit Regenbogen, 1805



Os sobreviventes


Quando todos imaginavam a vida sem sentido
chegaram de manhã os sobreviventes,
e levantaram suas moradas, estiveram no rio,
procuravam o rebanho disperso, preparavam
o alimento, cantavam, derramavam
o suor nos campos, faziam fogo à noite
rememoravam o corpo de suas mulheres,
despachavam os barcos, pela manhã.
As chuvas eram sempre bem-vindas,
as chuvas levantavam o pó da terra
e enchiam de confiança a face da vida.
As mulheres viam nascer dentro de si
um novo rebento, os seus ventres cresciam.
Nenhum sinal de confiança quando as mulheres
apareciam de ventre crescido.
Os dias eram os mesmos, a esperança
e a desesperança eram as mesmas.




Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...