quarta-feira, 9 de maio de 2018

"Cheguei à janela" - Poema de Fernando Pessoa


George Bellows, Cliff Dwellers, 1913, oil on canvas



Cheguei à janela


Cheguei à janela
Porque ouvi cantar.
É um cego e a guitarra
Que estão a chorar.

Ambos fazem pena,
São uma coisa só
Que anda pelo mundo
A fazer ter dó.

Eu também sou um cego
Cantando na estrada,
A estrada é maior
E não peço nada.

26-2-1931

Poesias Inéditas (1930-1935)


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...