quinta-feira, 1 de novembro de 2012

"Repartir" - Sermão de António Vieira


Vincent van Gogh, O Café à Noite, 1888


Repartir


«...E quando os homens são de tal condição, que cada um quer tudo para si, com aquilo com que se pudera contentar a quatro, é força que fiquem descontentes três. O mesmo nos sucede. Nunca tantas mercês se fizeram em Portugal, como neste tempo; e são mais os queixosos, que os contentes. Porquê? Porque cada um quer tudo. Nos outros reinos com uma mercê ganha-se um homem; em Portugal com uma mercê, perdem-se muitos. Se Cleofas fora português, mais se havia de ofender da metade do pão que Cristo deu ao companheiro, do que se havia de obrigar da outra metade, que lhe deu a ele. Porque como cada um presume que se lhe deve tudo, qualquer coisa que se dá aos outros, cuida que se lhe rouba. Verdadeiramente, que não há mais dificultosa coroa que a dos Reis de Portugal: por isto mais, do que por nenhum outro empenho. (...) Em nenhuns Reis do mundo se vê isto mais claramente que nos de Portugal. Conquistar a terra das três partes do mundo a nações estranhas, foi empresa que os Reis de Portugal conseguiram muito fácil e muito felizmente; mas repartir três palmos de terra em Portugal aos vassalos com satisfação deles, foi impossível, que nenhum rei pôde acomodar, nem com facilidade, nem com felicidade jamais. Mais fácil era antigamente conquistar dez reinos na Índia, que repartir duas comendas em Portugal. Isto foi, e isto há-de ser sempre: e esta, na minha opinião, é a maior dificuldade que tem o governo do nosso reino.» 


Padre António Vieira (1608-1697), 
Sermão da Primeira Oitava da Páscoa



Vincent van Gogh, O Velho Moinho, 1888



«A regra da virtude pode ser comparada à Estrela Polar, que comanda a homenagem da multidão de estrelas sem abandonar o seu lugar» 

Livro II, 1.,Confúcio, Os Analectos



Vincent van Gogh, Campo de Trigo com Corvos, 1890



“Nunca se deve engatinhar quando o impulso é voar.”




Seal - Amor Divino




Seal Henry Olusegun Olumide Adeola Samuel (Londres, 19 de fevereiro de 1963) é um músico, cantor e compositor, entre seus maiores sucessos está a canção Kiss from a Rose, trilha sonora do filme Batman Forever, pela qual recebeu três prémios Grammy em 1995.

Filho de pais nigerianos e neto de brasileiro, Seal passou seus primeiros quatro anos de vida com seus pais adotivos, Frank e Barbara, em Romford, Essex, até que sua mãe biológica veio buscá-lo. Sentado com ela no ônibus, ele se lembra de ter gritado durante todo o caminho até a casa, em Brixton. Dois anos depois, sua mãe e o namorado decidiram voltar para a Nigéria e Seal foi viver com o pai, um homem violento, que trabalhava como bombeiro em Paddington, distrito da City of Westminster, no centro de Londres, onde Seal cresceu. Mais tarde obteve um diploma de arquitetura e teve vários empregos em Londres, antes de se tornar cantor profissional.

Embora sempre tenha havido especulações sobre a causa das cicatrizes no seu rosto, elas não são o resultado de nenhum tipo de rito tribal de escarificação. O cantor sofre de lúpus eritematoso discóide (DLE). Seal revelou que se afligia com essa síndrome quando adolescente, uma condição em que as células do sistema imune atacam vários tecidos do corpo. Uma inflamação intensa que se desenvolve na pele, particularmente nas áreas expostas ao sol; se não tratada com protetor solar e anti-inflamatórios, pode deixar cicatrizes. A doença não somente causou-lhe as cicatrizes na face como também provocou perda de cabelos, mas está em remissão há anos. 
Foi casado com a modelo alemã Heidi Klum. Em janeiro de 2012 foi anunciada a separação após 7 anos de casamento.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...