quinta-feira, 1 de maio de 2014

"Soneto do Amor e da Morte"... de Vasco Graça Moura


Virgílio Neves, Série Hipnoses



Soneto do amor e da morte


quando eu morrer murmura esta canção
que escrevo para ti. quando eu morrer
fica junto de mim, não queiras ver
as aves pardas do anoitecer
a revoar na minha solidão.

quando eu morrer segura a minha mão,
põe os olhos nos meus se puder ser,
se inda neles a luz esmorecer,
e diz do nosso amor como se não

tivesse de acabar, sempre a doer,
sempre a doer de tanta perfeição
que ao deixar de bater-me o coração
fique por nós o teu inda a bater,
quando eu morrer segura a minha mão.


Vasco Graça Moura, in "Antologia dos Sessenta Anos"


(Vasco Navarro da Graça Moura GCSE (Foz do Douro, 3 de Janeiro de 1942 — Lisboa, 27 de Abril 2014) foi um escritor, tradutor e político português.)


"Não és mais do que as outras, mas és nossa,
e crescemos em ti, nem se imagina
que alguma vez uma outra língua possa
pôr-te incolor, ou inodora, insossa."


(Vasco Graça Moura)



Virgílio Neves, Título – Série Hipnoses, Sunset, 2013
Pintura em acrílica sobre tela com uso de caneta permanente,100 x 120 cm


Inspirado por um fragmento de cerâmica do século XVII encontrado em uma praia de Pernambuco, Virgilio Neves decidiu construir uma metáfora nas suas telas, fragmentando as imagens. Com formas sinuosas e orgânicas, as quais, segundo o artista, criam um processo hipnótico tanto para ele que as cria, quanto para quem as observa. A técnica que mistura pintura em acrílica sobre tela com desenhos em caneta permanente, propõe uma nova linguagem pictórica. Não há intenção de gerar uma disputa entre linguagens e sim de criar uma sinergia entre as mesmas, através do controle absoluto das cores, das linhas e das formas.




«Gostava de ler os livros todos do mundo.»
 
(Vasco Graça Moura)
(fonte: Revista / Expresso 14.Jan.2012) 


Virgílio Neves, Série Hipnoses


«Somos lidos pelos livros. Descobrimos quem somos nas leituras que fazemos.»

(Vasco Graça Moura) 
(fonte: Revista / Expresso 14.Jan.2012) 

 

Virgílio Neves, Série Hipnoses


«Dediquei a minha vida a todas as vertentes do livro.»


 (Vasco Graça Moura)
(fonte: Revista / Expresso 14.Jan.2012) 



Virgílio Neves, Série Hipnoses


"A poesia é a minha forma verbal de estar no mundo".

(Vasco Graça Moura)
Ler mais: http://expresso.sapo.pt/morreu-vasco-graca-moura


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...