sexta-feira, 5 de junho de 2015

"Soneto a Vera" - Poema de Alberto da Costa e Silva


An He (Guangzhou, China, 1957), A beautiful day



Soneto a Vera 


Estavas sempre aqui, nesta paisagem. 
E nela permaneces, neste assombro 
do tempo que só é o que já fomos, 
um céu parado sobre o mar do instante. 

Vives subitamente em despedida, 
calma de sonhos, simples visitante 
daquilo que te cerca e do que fica 
imóvel no que é breve, pouco e humano. 

As regatas ao sol vêm da penumbra 
onde abria as janelas. E de então, 
vou ao campo de trevo, à tua espera. 

O que passa persiste no que tenho: 
a roupa no estendal, o muro, os pombos, 
tudo é eterno quando nós o vemos. 



 in 'A Roupa no Estendal, o Muro, as Pombas'




Pintura de An He


An He nasceu em 1957, em Guangzhou, China, numa família de artistas. Foi atraído para as artes desde jovem, e teve como professor seu próprio pai, um artista muito respeitado e professor de Arte em Guangzhou. Mais tarde estudou na Faculdade de Belas Artes de Guangzhou, uma das escolas superiores de artes na China. Enquanto frequentava a Academia, foi convidado a participar do "All China Artist Association", uma organização só para artistas profissionais. Então com 24 anos, ele era o membro mais jovem da associação. Desde então, tem realizado exposições em várias cidades da China e centenas de ilustrações para revistas. Ganhou muitos prémios, além de ter três de suas obras adquiridas pelo governo chinês para o acervo permanente do Museu Nacional de Belas Artes de Pequim. Em 1985, mudou-se para os Estados Unidos (Nova Iorque), e, em 1988, fixou residência em San Francisco. Especialista em pintura figurativa, é conhecido por suas pinturas românticas de mulheres, geralmente capturadas num momento de contemplação. (daqui)


An He, Reflections of Summer



"O campo, na verdade, só é agradável com família, e toda a árvore é triste se na sua sombra não brinca uma criança." 



Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...