terça-feira, 21 de agosto de 2012

O Renascimento da Vida no Pantanal


Ninho de garça-branca-grande (Ardea alba)


"Em vão, centenas de milhares de homens, amontoados num pequeno espaço, se esforçavam por desfigurar a terra em que viviam. Em vão, a cobriam de pedras para que nada pudesse germinar; em vão arrancavam as ervas tenras que pugnavam por irromper; em vão impregnavam o ar de fumaça; em vão escorraçavam os animais e os pássaros - Em vão... porque até na cidade, a primavera é primavera."

Tolstoi, em "Ressurreição"


Jacupemba (Penelope superciliaris) 


"O homem pode viver 100 anos na cidade sem perceber que já está morto há muito tempo."

Tolstoi, em "Sonata a Kreutzer



Jacupemba (Penelope superciliaris)



"Os homens nunca usaram totalmente os poderes que possuem para promover o bem, porque esperam que algum poder externo faça o trabalho pelo qual são responsáveis." 

John Dewey


Cabecinha-vermelha


"Todo o enigma da vida está fechado na cabeça de uma formiga" 

(Teixeira de Pascoaes)




Poster


O Renascimento da Vida no Pantanal 



"O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer."

(Albert Einstein)




Imagem de satélite do pantanal.




Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...