terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

"Rústica" - Poema de Florbela Espanca





Rústica


Ser a moça mais linda do povoado. 
Pisar, sempre contente, o mesmo trilho, 
Ver descer sobre o ninho aconchegado 
A bênção do Senhor em cada filho. 

Um vestido de chita bem lavado, 
Cheirando a alfazema e a tomilho... 
Com o luar matar a sede ao gado, 
Dar às pombas o sol num grão de milho... 

Ser pura como a água da cisterna, 
Ter confiança numa vida eterna 
Quando descer à "terra da verdade"... 

Deus, dai-me esta calma, esta pobreza! 
Dou por elas meu trono de Princesa, 
E todos os meus Reinos de Ansiedade. 

in "Charneca em Flor"



Galeria de Camille Engel
Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Camille Engel


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...