domingo, 3 de abril de 2016

"Recado" - Poema de Glória de Sant'Anna


Frank Dicksee (1853-1928), The Crisis, 1891




Recado


Se eu morrer longe 
sepulta-me no mar 
dentro das algas ignorantes 
e lúcidas. 

Cobre o meu rosto de palavras 
antigas 
e de música. 

Deixa em meus dedos 
a memória mais recente 
de outras coisas inúmeras 

e nos meus cabelos 
o incerto movimento 
do vento e da chuva. 

Eu vogarei sob as estrelas 
com pálidas luzes entre os cílios 
e pequenos caramujos 
entrarão nos meus ouvidos. 

Estarei assim idêntica 
a todos os motivos. 



Glória de Sant'Anna,
in 'Música Ausente'


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...