domingo, 5 de agosto de 2018

"Aos Mesmos" - Poema de Manuel Maria Barbosa du Bocage


Albert Guillaume, Les retardataires, 1914, Musée Carnavalet



Aos Mesmos


De insípida sessão no inútil dia 
Juntou-se do Parnaso a galegage; 
Em frase hirsuta, em gótica linguage, 
Belmiro um ditirambo principia. 

Taful que o português não lhe entendia, 
Nem ao resto da cómica salsage, 
Saca o soneto que lhe fez Bocage, 
E conheceu-se nele a Academia. 

Dos sócios o pior silvou qual cobra, 
Desatou-se em trovões, desfez-se em raios, 
Dando ao triste Bocage o que lhe sobra. 

Fez na calúnia vil cruéis ensaios, 
E jaz com grandes créditos a obra 
Entre mãos de marujos e lacaios. 


in 'Rimas'


Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...